Share

Introdução

Quem trabalha, estuda, bisbilhota, ou é administrador de Redes no Linux, hora por outra tem a necessidade de colocar algum serviço na inicialização do mesmo, seja um firewall, um backup ou outros mais, mas sempre precisa! Na minha jornada por esse mundo de Linux, BSD e cia, muitas pessoas alunos, ex-alunos, colegas de trabalho e conhecidos que sabem sobre minhas habilidades acerca destes Sistemas Operacionais, vez por outra estão me perguntando como colocar um Script na inicialização deles. Pois muito bem! Vou descrever dois métodos eficientes e simples para os auxiliar:

Método I

Crie seu Script e salve-o no diretório de sua preferência – uma dica é salvar em /usr/loca/bin – e torne-o executável.Suponhamos que o nome do seu Script seja “script_exemplo.sh”, este nome é só uma sugestão para implementar a dica, fique a vontade usar um nome que combine mais com seu projeto. Então, você salvando ele em /usr/loca/bin o próximo passo é torna-lo executável com o comando:

em seguida executa os comandos:

Explicando os comandos acima: o primeiro faz uma cópia de segurança do arquivo /etc/rc.d/rc.local para o diretório do usuário root, como forma de prevenção, para o caso ocorrer algum erro até o final da sequência. E o segundo escreve no final do arquivo /etc/rc.d/rc.local o caminho e nome do executável “/usr/local /bin/script_exemplo.sh”.

Este arquivo, o “/etc/rc.d/rc.local” está disponível no sistema justamente para este fim.

MAS ATENÇÃO:

Observe os sinais maior do que devem ser dois >>, pois se você se confundir e colocar apenas UM apagará todo o conteúdo do arquivo rc.local. Não esqueça, ser dois “>>” sinais maior do que.

Na próxima inicialização seu Script já será executado de forma automática.

Método II

No segundo método, continuaremos com Script de ser salvo em “/usr/local/bin”. E se você tiver pulado diretamente para este método, muda as permissões do Script tornando-o executável com o comando abaixo.

Vamos agora criar o Script de Inicialização no diretório “/etc/init.d” e salvar como script_exemplo.

Use o modelo abaixo:

Torne-o executável:

Para colocá-lo em ação nos níveis de execução utilize o utilitário update-rc.c disponível no Debian e distribuições derivadas com o seguinte comando:

Posteriormente quando quiser ou precisar mais do serviço rodando na inicialização do sistema use o comando abaixo para removê-lo:

Espero, sinceramente, que esta dica possa ser útil a você leitor. Aproveite a seção de comentário e deixe lá o seu ponto de vista.

Esta Postagem, Colocando Script na Inicialização do Debian, foi publicada anteriormente em: http://dicas-bsl.blogspot.com.br.


Referência:https://wiki.debian.org/LSBInitScripts. acesso em: 11-05-2014.


Translate »